Sim, já se passaram 90 dias, um trimestre daqueles, muita coisa já passou por nossas cabeças durante este tempo e infelizmente, sabemos que muito ainda virá.

Se existe algo que nos deixa estimulados e motivados a lutar é a perspectiva. Ela deve estar presente em nossas intenções, nossas energias, nossa fé e crença, pois é ela que nos assegura a próxima hora, o próximo dia, o futuro.

As coisas estão difíceis, é um fato, mas em ser um fato e decretarmos algo que nem aconteceu como um fim é, no mínimo, um ato de total negativismo e descrença. Não sou e jamais serei leviano a ponto de decretar o fim de algo que ainda está respirando. Vejam só os enormes esforços que os milhares de guerreiros da saúde estão desempenhando por horas e horas de tensão pela luta da vida ao máximo. Cada perda é sentida como uma derrota, mas é a partir de cada uma delas, em seus limites, que também estão salvando milhares de vidas.

Viver, estudar, encarar a vida, nunca foi tarefa fácil, até porque ninguém disse que seria, mas ainda assim, enfrentamos tudo mesmo com todo o desafio apresentado. Somos seres suscetíveis a mensagens, sejam elas positivas ou negativas, e resistir e reagir aos fatos não é nada fácil.

Calar os profetas do apocalipse não é simples, mesmo porque, na maioria das vezes estão enrustidos em meio às palavras impressas e oratórias conspiradoras.

Quem disse que 2020 já foi?

A luta estará sempre presente para aqueles que, independente do tamanho da guerra, creem nas vitórias das pequenas batalhas e mesmo que as perdas existam, permanecem na luta de punhos cerrados. Os dias passam e infelizmente vimos o fim de muitos, pelos quais choramos e lamentamos.

Mas a vida não nos dá a chance de parar, pelo contrário, nos dará sempre a oportunidade de recomeçar e avançar.

O primeiro semestre está próximo do fim, mas tenho convicção que faremos dos próximos seis meses o máximo que pudermos para não decretar a derrota antes do apito final. Um jogo se ganha durante o tempo que se joga, nem antes, nem depois, e 2020 ainda tem 50% do tempo.

Vamos lá, mangas arregaçadas, punhos cerrados e muita vontade, pois temos uma vida a ser reconstruída e para isto, o otimismo deve ser o nosso maior companheiro.

A persistência sempre foi e sempre será a minha grande companheira, confie nela com todas as suas forças, quando menos esperar ela trará a conquista. Jornada já está sendo longa e dura, porém jamais o suficiente para vencer as suas crenças.

Informe seu e-mail:
ME INSCREVER

Receba meus artigos diretamente no seu e-mail

Se mantenha atualizado, assim que postar um novo artigo no blog você será avisado.
close-link