Por muitos motivos e a cada temporada, temos nossas intuições desenvolvidas pela sequência de experiências vivenciadas. Quando pequenino, ao acordar no campo, as cigarras enunciavam um dia ensolarado e de muito calor. Era o som do meu entusiasmo, pois tinha a certeza de que um dia feliz estava iniciando.

É muito engraçado como acontecimentos das nossas infâncias influenciam na vida adulta – negativa e positivamente. Refletir a respeito das nossas percepções, intuições diante dos sentimentos e pós-acontecimentos refina com o tempo a nossa capacidade de previsão, acertos e erros.

No mar, é muito comum escutarmos marinheiros experientes prevendo acontecimentos por uma simples brisa ou o que eles chamam de cheiro de chuva ou tempestade.

Estiquem suas velas e direcionem seus lemes, pois o vento de popa está prestes a dar velocidade aos barcos sobreviventes

Em cada atividade, os navegantes experientes têm a capacidade impressionante de antecipar possibilidades e isso os distancia ou diferencia dos demais. Muitos não sabem explicar suas intuições, pois elas surgem dessas alquimias do conhecimento, das experiências, sinergias, estudos e, principalmente, da capacidade de empatia como catalisador dos diversos aprendizados.

2019, após alguns anos (4 para alguns, 6 ou 7 para outros), está sendo apontado como o começo de novos tempos, pelo menos para o Brasil. Assim como numa empresa, o centro dos acontecimentos está baseado na relação de confiança entre líderes e liderados.

Um cenário de confiança embasa a convicção e a retomada da vontade como elemento propulsor. Atuamos com 5 grandes shoppings que já constatam um novo sentimento com aumento de ticket médio comprovado, demonstrando uma nova pré-disposição na crença de que dias melhores estão por vir.

 

Não tenho indicadores econômicos para expor nem grandes históricos científicos, mas procuro respeitar e dar créditos às minhas sensações.

Assim como os marinheiros, a tempestade está se dissipando e o horizonte parece estar surgindo.

Estiquem suas velas e direcionem seus lemas, pois o vento de popa está prestes a dar velocidade aos barcos sobreviventes, que lutaram com bravura nos piores momentos desta longa tempestade com a fé de que após o dilúvio sempre virá a bonança.

Feliz e próspero 2019!

Informe seu e-mail:
ME INSCREVER

Receba meus artigos diretamente no seu e-mail

Se mantenha atualizado, assim que postar um novo artigo no blog você será avisado.
close-link