Apaixone-se para sempre por tudo que existe a sua volta

Quando se passa por situações onde existem reais perdas, começamos a enxergar as conquistas com outros olhares e sabores. A cada novo passo, num processo de recuperação, compreendemos tudo a nossa volta com uma ótica mais valorizada. A dor da perda cria pontes para um melhor entendimento sobre as relações, sejam elas pessoais ou materiais.

Em um desses dias, passados muitos anos, reparei o quanto sou apaixonado por tudo que está a minha volta, o quanto protejo e cuido para que tudo e todos tenham de mim o meu melhor em atenção, carinho, respeito, cuidados e proteção.

Entre vários defeitos que tenho, um dos mais fortes é a dispersão,  que acaba por ser contraditório às minhas ações. Acho que isso ocorre pela minha plena consciência diante dos meus graves defeitos. Acordo diariamente observando e pensando nas consequências deixadas no caminho por esses defeitos e, de alguma maneira, me esforço para repará-las.

Minha mente borbulha, quando não encontro caminhos para extravasar minhas energias. O tempo passa e a não utilização correta dele me consome, às vezes me sinto preso em minhas conexões, que não deflagram a atitude na velocidade que gostaria.

Sou motivado por ações concretas, determinação e idealismos criativos, inusitados, novos principalmente. Em tudo que me cerca  procuro deixar impecável, terminado, executado, pronto. O futuro está me cobrando ações e avanços, e sei que este caminho não é linear,  sequer traçado, não quero acompanhar nada nem ninguém, quero achar e desbravar o novo, novamente, assim como fiz em toda a minha vida.

O marasmo me irrita, o comodismo me cansa, quero encontrar novos caminhos jamais trilhados. Só assim acredito estar possibilitando a criação de novas paixões tão platônicas como as que tenho hoje. Podemos, sim, amar tudo e todos de forma harmônica, equilibrada, separada e intensa.

Quando construímos algo com paixão e amor, mantemos isso como situação a qual queremos ter e sentir para sempre. Trata-se do bem-estar sustentável! Pergunte-se, quem não quer viver com o que ou quem gosta para sempre, quem não quer ficar ao lado das pessoas que amam para sempre. Muitas vezes lutamos para conquistar e poucas vezes lutamos para manter o que um dia foi busca platônica.

Depois das conquistas vejo muitas pessoas se acomodarem com o êxito, relaxam no trato, no cuidado, esquecem que a perda será dolorosa e que muitas vezes poderão não retornar mais ao estado sublime. Tenho por costume todos os dias olhar para trás, avaliar onde estive, com quem, e em que situação. Assim crio referências para dar o verdadeiro valor ao momento vivido ou resgatar algo que perdi no caminho.

Procure sempre dar um passo adiante, mas também procure sempre usá-lo como referência para suas buscas. Somos inclinados a seguir à frente, queremos mais e melhor a todo momento. Todos os dias penso que neste instante tenho todo o tempo, energia e recursos para conquistar o que desejo e assim preciso correr, muito, para que esta oportunidade seja aproveitada, e que se torne mais uma entre tantas que desfrutam do sentimento AMOR.

1 comentário

  1. Eliana Maria

    /

    Gostei muito das suas ideias, talvez porque me vejo assim…detalhista no olhar e apaixonada por tudo e todos a quem escolhi.


Deixe um comentário